...olha vai chover, depois vai fazer frio, os paturis estão passando. Não esquece de levar blusa!


DONA HELENA
CONHECIMENTO POPULAR...CARINHO DE MÃE

...A intensidade de urbanização, expressa em termos de espaço físico construído, altera significativamente o clima.


MAGDA ADELAIDE LOMBARDO
ILHA DE CALOR NAS METRÓPOLES: O EXEMPLO DE SÃO PAULO (1985)

....Podemos falar então em cadeias de tipos de tempo. O estudo delas levar-nos-á à compreensão do ritmo, que é a essência do clima.


ANTONIO CARLOS TAVARES
O CLIMA LOCAL DE CAMPINAS (1974)

Os ventos começavam a soprar mais espertos e como agitavam as almas das coisas, arrancando do torpor para a vida.


GRAÇA ARANHA
TRECHO DO ROMANCE CANAÃ

Entonce o nortista Pensando consigo Diz: isso é castigo não chove mais não...


PATATIVA DO ASSARÉ
TRISTE PARTIDA

...O clima é assim o artista da vida.


AFRÂNIO PEIXOTO (1938)

...para o geógrafo, considerar o clima como sendo resultado de uma média é transformá-lo em uma generalização.


ERCÍLIA TORRES STEINKE
CLIMATOLOGIA FÁCIL (2012)

O sistema climático é complexo, não linear e, à luz do conhecimento atual dos fenômenos físicos, não é possível predizer com baixo grau de incerteza como o sistema reagirá em relação a todas as alterações a que ele está sujeito.


LUCI HIDALGO NUNES (2009)
IN POPULAÇÃO E MUDANÇA CLIMÁTICA: DIMENSÕES HUMANAS DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS

Mandacaru Quando fulora na seca É o sinal que a chuva chega No sertão


ZÉ DANTAS E LUIZ GONZAGA
O XOTE DAS MENINAS

Os estudos na área de Climatologia contribuem, de forma cada vez mais intensa, no entendimento das relações dos eventos climáticos com a sociedade.


MARCOS ALEXANDRE MILANESI E EMERSON GALVANI
IN CLIMATOLOGIA APLICADA: RESGATE AOS ESTUDOS DE CASO (2012)

Oscilação Madden-Julian - Palestra online (IAG-USP)

O Departamento de Ciências Atmosféricas - IAG / USP apresenta a palestra online sobre a Oscilação Madden-Julian, com o Prof. Dr. Pedro Dias.



Data: Quinta-feira, dia 19 de novembro de 2020, às 18h00 (horário de Brasília).



Link do canal do YouTube do Departamento de Ciências Atmosféricas: https://www.youtube.com/c/DepartamentodeCiênciasAtmosféricasIAGUSP/live



Link para a transmissão: https://youtu.be/rfKpgGVXUAc



Resumo: A variabilidade intrasazonal (VI) da atmosfera (período da ordem de 20 a 70 dias) tem atraído a atenção dos meteorologistas há décadas e muitos respostas sobre sua origem e previsibilidade permanecem evasivas. A oscilação de Madden-Julian (MJO) é parte da variabilidade intrasazonal e se refere essencialmente ao fenômeno concentrado na região equatorial. Entretanto, através de mecanismos de teleconexão atmosférica, os efeitos são percebidos em latitudes subtropicais e medias. Na realidade, há uma multiplicidade de mecanismos que produzem VI: é um fantástico exemplo de fenômeno multiescala (espaço e tempo) na atmosfera, multifísica (interações entre componentes do sistema climático Terrestre). Vamos acompanhar a evolução histórica dos conceitos fundamentais sobre a variabilidade intrasazonal e abordar algumas das principais perguntas científicas sobre o que fazer para aprimorar a previsibildade atmosférica na escala S2S (subseasonal to seasonal).



Acompanhe a Associação Brasileira de Climatologia nas redes sociais:

Facebook [https://www.facebook.com/abclimatologia]

Instagram [@abclimatologia]

YouTube [https://www.youtube.com/channel/UCX9jkpyF3Ou5xayX2prQ9vg]

Filie-se pelo site www.abclima.ggf.br

© 2021 - ABClima - Todos os direitos reservados.
Idealização e desenvolvimento: Charlei A. da Silva (2013/2014)
Programação: Excla!m